Ensaio recém-nascido – Rafael

Planejei fotografar mais em 2017 mas a vida fora da fotografia tem exigido muito de mim e acabei fazendo apenas alguns trabalhos, aqueles mais especiais, como este, o primeiro ensaio do Rafael. Com 11 dias neste mundo ele fez muitas caretinhas para as lentes da tia Iane. Fiz também o acompanhamento fotográfico da gestação da Rebecka o que cria uma expectativa inevitável com relação ao rostinho do bebê. O Rafael é lindo e simpático, tem criança que não é, sabia? Desde muito cedo eles já mostram personalidade.

 

05092017-DSCF405805092017-DSCF4057

Eu gosto de fotografar os bebês com a mãe, pai ou ambos. Eles se sentem mais seguros e é possível captar muito sentimento. A Rebecka foi uma das grávidas mais bonitas e tranquilas que eu já vi, não me surpreende que esteja ainda mais radiante agora com o Rafael nos braços.

05092017-DSCF411805092017-DSCF411305092017-DSCF410605092017-DSCF410305092017-DSCF405505092017-DSCF410405092017-DSCF409205092017-DSCF411105092017-DSCF4112

Também fizemos o ensaio do Rafael aninhadinho numa barriga de gesso moldada na barriga da mãe, ele estava muito curioso sobre o que estava acontecendo e quis ficar de olhos bem abertos inicialmente, mas depois de uns chorinhos, amamentação e etc, ele caiu no soninho.

05092017-DSCF402105092017-DSCF401305092017-DSCF4012

 

Obrigada por chegar até aqui! ❤

Feliz Natal!

Nossa, que felicidade poder desejar feliz natal com fotografia! Ainda mais quando é como uma gostosura dessas. Para finalizar os ensaios de 2016 fotografei o Asafe nos altos dos seus oito dias de vida. Na verdade ele já apareceu aqui no blog na barriga da mãe dele, para ver o ensaio dela cliquem aqui.

21122016-dscf998921122016-dscf1007-221122016-dscf1011

O Asafe nasceu no dia 13 de dezembro, oportunizando um ensaio em clima natalino ❤ … usei luzes de natal e um gorrinho de Papai Noel! Fiz as fotos alternando a 35mm e a 56mm, geralmente em f/2.8.

21122016-dscf101621122016-dscf102021122016-dscf102121122016-dscf996721122016-dscf996821122016-dscf997621122016-dscf998121122016-dscf998321122016-dscf9985

Quero agradecer a todos os que me prestigiaram com visitas aqui no blog e que contribuíram para o meu crescimento pessoal e profissional em 2016. Desejo um feliz natal com muito amor a todos vocês!

Pai e filho

Ultimamente ando meio sem capacidade de falar sobre as fotos que eu faço, acredito que seja uma mistura de vontade de que elas se autoexpliquem ou que as pessoas sejam livres para sentir e pensar o que quiserem, sem a minha interferência.

Por outro lado, falar sobre o que eu sinto e penso quando idealizo um ensaio é a razão da existência do blog, caso contrário eu poderia seguir como a grande maioria dos fotógrafos e investir apenas no portfólio, não que haja demérito nisso.

Há tempos eu venho desejando fazer retratos usando apenas um fundo preto, totalmente livre de distrações, onde você olha a foto e se concentra apenas no que ela quer mostrar. Quando as ideias surgem na minha cabeça, normalmente não vêm como um quebra-cabeça e eu preciso ir juntando as peças. Em termos de fotografia essas peças são a locação ou cenário, as cores ou a ausência delas, a pessoa, o momento e o contexto.

ensaio newborn pai e filho

É claro que as minhas ideias são fruto das coisas que me influenciam, mas ainda que não haja ineditismo, a fotografia em si é inédita, ela é artesanal por essência, pois, mesmo cheia de influência, jamais será igual à inspiração.

Esse pai constrói a pele. Esse filho não colabora em fotos de recém-nascido no estilo tradicional (veja aqui). Dupla perfeita!

01122016-dscf968901122016-dscf969601122016-dscf969701122016-dscf970101122016-dscf970401122016-dscf970801122016-dscf971201122016-dscf971501122016-dscf971701122016-dscf972201122016-dscf972401122016-dscf9732

Depois de ver o resultado fiquei maravilhada, acho que consegui mostrar conexão, verdade e beleza. Montei o cenário com minhas próprias mãos, outra coisa que eu acho importante falar, não precisa ter os acessórios mais caros para fazer boas fotos. Usei apenas um tecido preto pendurado numa arara, dessas normais de pendurar roupas. Para ganhar altura coloquei a arara sobre duas cadeiras e posicionei perto de uma janela para usar a luz natural. Esse foi o meu “estúdio”.

Postei a gambiarra (num bom sentido) no snap do Intagram, para acompanhar as minhas peripécias fotográficas é só me seguir por lá (@_ianegomes_).

Beijos.