Se as bicicletas falassem

Há meses não rolava um street, o post de hoje é fruto de uma decisão em cima da hora. Conseguimos (eu e Frank) fazer pouco mais de meia hora de fotos, mas foi suficiente para acalmar a seca. Confesso que vivencio pouco a realidade das ruas de Itacoatiara, tenho meu gueto e, como se isso não fosse suficiente, se não estiver no trabalho, eu amo ficar em casa. Portanto, as cenas são tão surpreendentes pra mim quanto para quem está lendo isso aqui agora.

O acaso me levou ao campo de futebol do bairro Santo Antônio, mas precisamente a uma partida da Copa do Mundo de Masters, jogando Brasil x Japão. Lamentei não ter chegado no dia posterior, pois jogariam Nigéria e outro país que nem gravei, pois só de ouvir o locutor dizer que a Nigéria ia jogar eu já desconcentrei.

Eu estava lá para tirar fotos, então não vi nada do jogo, só soube que o Brasil ganhou de 3 x 0 na hora que eu fui saindo meio apressada por que começou  a chuviscar. Meu olhar foi atraído pela quantidade de bicicletas ao redor do campo, de todas as cores, novas e velhas, de vários modelos, tipo o transporte oficial do público presente. Foquei a saída oportuna em mostrar o que essas bikes falam e espero que vocês entendam.

street photographyfotografia de rua, Itacoatiara, Amazonasfotografia de rua, Itacoatiara, Amazonasfotografia de rua, Itacoatiara, Amazonasfotografia de rua, Itacoatiara, Amazonas

Uma pausa só pra dizer que pra mim, street é preto e branco, por uma série de razões que eu já devo ter comentado em outros posts. Mas ficaria faltando uma informação: a variedade de cores das magrelas. Então, abro aqui uma exceção:

fotografia de rua, Itacoatiara, Amazonasfotografia de rua, Itacoatiara, Amazonasfotografia de rua, Itacoatiara, AmazonasIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservados

Também fiz uns cliques da galera da arquibancada…

Iane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservadosIane Gomes - todos os direitos reservados

Me passo para a criançada que é sempre quem nota nossa presença e dá uma olhadinha pra lente. Gostei de ter feito essas fotos para lembrar como a gente pode viver em mundos tão diferentes no mesmo espaço geográfico.

Obrigada por chegar até aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s